Mestiça

Nossa proposta para mudar o modelo da publicidade fez aniversário.​

10 projetos Pop-up ao longo de 2019.

A relação entre anunciantes e agências está no divã (ou talvez na UTI?). Numa sondagem informal que fizemos, mas que envolveu mais de 100 profissionais da área, as 3 coisas que mais apareceram foram:

1. A agência não entende meu negócio.

2. Os líderes só aparecem na hora da concorrência, depois sou atendido pelos estagiários.

3. A única coisa que a agência sabe fazer é filme.

Quem vive nesse mundo, em ambos os lados, sabe exatamente o que estou falando.

mundo novo, mas com jeitão dos anos 90.​

O jeito que as agências trabalham, assim como o modelo de negócios (comissão e/ou fee),
se estabeleceu nos anos 90. Só que a entrega que se espera de uma agência hoje  é bem diferente. Como indústria, estamos forçando a barra há pelo menos 10 anos!

O problema é que todo mundo sofre — no marketing e nas agências — mas pouca gente propõe algo diferente. Bom, a gente resolveu se candidatar. E foi assim que criamos 
o Pop-up.

o que é o pop-up?​

Pop-up é: o nome que demos para nossa unidade de consultoria. Por que consultoria? Partimos do princípio que para criar boa comunicação temos que ir além de entender o negócio do cliente. Temos que sentir na pele as dores do dia-a-dia. Aprender a ler as sutilezas corporativas. Ajudar o marketing a construir consenso dentro da companhia. E para isso, temos que estar dentro do cliente. Conhecer os stakeholders. Assim como fazem as consultorias.

Pop-up também é: uma metodologia proprietária que desenvolvemos para entregar os 3 produtos principais de uma agência de propaganda: estratégia de marca, plataforma criativa e plano de comunicação.

A metodologia Pop-up é baseada em design thinking e técnicas de colaboração. Nada de novo aqui, certo? Médio. Agência de Propaganda é um ambiente extremamente individualista. Durante décadas, valorizou o talento individual e fechou as portas para o trabalho colaborativo. Posso garantir que o conceito de criar um projeto de forma colaborativa é visto com extremo desdém por muitos grandes nomes da indústrira.

Outro ponto importante. Os projetos têm começo, meio e fim. Isso nos dá a possibilidade de montar equipes de acordo com cada desafio.

Coisas extraordinárias que só acontecem
no Pop-up.

Resgate do papel estratégico da agência e envolvimento real da equipe senior durante o projeto.

Processo inclusivo: agência, mkt, outros stakeholders, especialistas de mercado.

Consenso: ideias equivocadas morrem cedo, ideias certas nascem com o apoio de todos. O projeto evolui “sem surpresas”.

Choque de gestão: o projeto nasce com um plano de trabalho detalhado. Não há conflitos a respeito do escopo.

Zero viés de mídia: a agência cobra pelo projeto. Não estamos competindo pela conta. Já mencionei que o Pop-up é sempre um projeto com começo, meio e fim?

Foco no ser humano.

Antes de começar qualquer projeto Pop-up colocamos duas grandes perguntas na mesa.

  1. Qual comportamento dos consumidores temos que mudar para alcançar os objetivos de negócios?
  2. Qual comportamento da agência e do MKT temos que mudar para ter sucesso nesse projeto?

10 projetos no primeiro ano.

Em 2019 realizamos 10 projetos Pop-up para marcas como Shell, Haagen-Dazs, Kitano, Grand Cru, Outlet Premium e outras. Em alguns casos, além do Pop-up também implementamos o que foi pensado.

Tivemos a oportunidade de testar e aprimorar a forma de trabalhar. Criamos frameworks personalizados para cada projeto. Montamos equipes de acordo com cada desafio.

Os projetos demoraram de 1 a 4 meses.

Publicado por admin

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Quisque erat ipsum, tempor euismod nibh eu, aliquet fringilla purus. Aenean sed dapibus purus. Donec non ligula ac orci cursus egestas in eu neque. Nam mi libero, efficitur sit amet tortor nec, tristique tincidunt enim. Vivamus quis orci facilisis, aliquam ante at, tempor purus. Mauris tincidunt sed felis et venenatis. Phasellus faucibus eleifend rhoncus.